Pilates para idosos

Mantenha a qualidade de vida na terceira idade

Exercício físico é importante em qualquer fase da vida. Na terceira idade nem se fala! O pilates para idosos é uma maneira de se exercitar, manter a saúde em dia, mas com um cuidado especial. Os idosos já sofreram um desgaste progressivo - e natural - do corpo.

O que é melhor para idosos, pilates ou yoga?

Fazer exercícios físicos é bom pra qualquer pessoa em qualquer idade. Para os idosos os benefícios são o fortalecimento dos ossos, músculos, além do alívio de dores e cansaço.

Pilates para idosos: exercicios com bola

Com o avanço da idade, é natural a perda da flexibilidade e o surgimento de algumas limitações no nosso próprio corpo. Esse fenômeno é inevitável, mas não é desculpa para deixarmos de ser ativos.

Exercicios de pilates para idosos

Faz parte do envelhecimento a perda de massa muscular e óssea, bem como a flexibilidade e a força. Mesmo que não seja fácil, este processo é natural e deve ser bem aceito.

Benefícios do pilates para idosos com osteoporose

A osteoporose é uma doença grave que atinge adultos com idade mais avançada. Ela enfraquece os ossos, deixado eles mais propensos a fraturas. Para evitar esse distúrbio, você precisa conhecer os benefícios do Pilates para idosos.

O envelhecimento causa redução da massa óssea e muscular, também diminui a força e flexibilidade. Além disso, a redução da coordenação e equilíbrio pode causar quedas.

Minimizar esses sinais da idade é uma das funções do pilates para idosos – logo a importância em adaptar cada exercícios para as pessoas que já passaram dos 60 anos. Além disso, efetiva a manutenção da independência e autonomia da pessoa idosa e, consequentemente, eleva a sua autoestima.

Conheça os benefícios do pilates para idosos

A prática pode ajudar na prevenção de:

  • Dores
  • Derrames cerebrais
  • Insônia
  • Mal de Alzheimer
  • Parkinson
  • Depressão

Além disso promove:

  • Fortalecimento dos músculos de todo os membros
  • Melhora nos reflexos
  • Redução de risco de lesões
  • Aumento da percepção dos movimentos
  • Melhora da autoestima
  • Manutenção do peso
  • Ampliação da mobilidade
  • Melhora a flexibilidade
  • Aumento da velocidade ao andar
  • Manutenção do peso
  • Redução do estresse
  • Controle de artrite, doenças cardiovasculares e diabetes

Você sabe a importância do pilates na terceira idade?

A correção da postura e a tensão dos músculos, fatores que auxiliam na circulação, acontecem por conta dos exercícios de alongamento que o pilates promove. Mais flexibilidade e redução de dores nas articulações, é outra consequência positiva. Até mesmo os músculos mais “inacessíveis”, como os que controlam o fluxo urinário, são trabalhados no pilates para idosos o que previne a incontinência urinária e fecal.

A segurança está no fato de não possuir muito impacto nas articulações, além da vantagem de trabalhar músculos específicos e para cada necessidade motora do idoso.

Como funciona uma aula de pilates para as pessoas de mais idade?

Na atividade, o abdômen é o centro da força e é trabalhado na maioria dos exercícios – as repetições são menores do que para praticantes mais jovens, mas a promoção do fortalecimento e aumento da massa muscular também ocorre. Trabalhar a tríade força, alongamento e flexibilidade mantendo as curvaturas naturais do corpo, são essenciais para um resultado positivo do exercício.

De forma geral, o método pilates promove o equilíbrio entre corpo e mente, desenvolvendo o princípio da “contrologia”, por meio de exercícios de alongamento e equilíbrio.

Os exercícios mais comuns são com a bola. É preciso ter cuidado com os exercícios de instabilidade, pois quedas podem levar a complicações ou piorar o quadro clínico do idoso. Portanto, o exercício feito sentado na bola pode oferecer perigo. O ideal é evoluir o movimento conforme a resposta positiva da pessoa.

Confira mais exercícios que fortalecem as articulações e os músculos e que podem ser feitos com a maioria dos idosos, independente de limitações físicas:

  • Deitado de costas, o idoso pode movimentar os braços de forma circular para treino de coordenação, respiração e mobilidade das articulações.
  • Em pé ou sentado, a pessoa ativa a malha pélvica no movimento de soltar e liberar o xixi.
  • Em pé, o idoso pode balançar o corpo para frente e para trás apoiando-se nos calcanhares e dedos dos pés.
  • Em pé, com os braços elevados , o exercícios é focado na elevação da autoestima, pois remete a movimento de vitória e/ou celebração.
  • Sentada, a pessoa pode abrir os braços lateralmente e girar o tronco para treinar a mobilidade da coluna, promover o fortalecimento abdominal e melhorar a respiração.

Todo exercício personalizado é mais vantajoso independente da idade do praticante. Para o idoso, a especificidade se faz ainda mais necessária, devido a possíveis fragilidades, doenças pré-existentes, histórico de vida, tratamentos anteriores, etc.

A promoção da qualidade de vida no pilates é quase certa – mas precisa de orientação de um profissional qualificado e, de preferência, especializado na atividade para a terceira idade. Logo, a aula de pilates de qualidade para idosos deve seguir os preceitos da prática corporal, oferecer resultados a curto e longo prazos e respeitar a capacidade motora de cada praticante.

O ambiente de prática do pilates também precisa estar adequado ao público – por isso, oferecer conforto, segurança em um espaço agradável também é parte do processo.

Nem sempre o idoso se sente estimulado a se exercitar. Por outro lado, a partir do momento que ele tiver o esforço inicial e, em seguida, enxergar as melhoras progressivas, naturalmente se sentirá mais motivado a fazer pilates. O pilates tem potencial para tornar a vida melhor em qualquer fase!

Se você gostou, não esqueça de avaliar

Avaliação: 0/5 (0 votos)
Por favor, ajude-nos a compartilhar esta página em suas redes sociais para que possamos alcançar mais pessoas que precisam de nossa ajuda nesses temas. Você só precisa clicar em um dos botões abaixo. Obrigado!

Participa, deixe seu comentário